PT / EN
 

O CheckpointLX

O CheckpointLX é um centro de base comunitária, dirigido aos homens que têm sexo com homens (HSH), para o rastreio rápido, anónimo, confidencial e gratuito do vírus da imunodeficiência humana (VIH) e outras infeções sexualmente transmissíveis (IST), aconselhamento sexual e referenciação aos cuidados de saúde.
Toda a equipa é constituída por técnicos HSH para que seja facilitado, através do apoio e educação entre pares, o acesso à prevenção e à saúde sexual de uma forma mais eficaz e congruente com a realidade. 

Assim, a finalidade deste centro é a de contribuir para o aumento da literacia em saúde sexual, deteção precoce do VIH e IST e referenciação rápida dos HSH aos cuidados de saúde (através de programas de rastreio gratuitos, anónimos, confidenciais, com ou sem marcação, de baixo limiar de exigência, realizados por pares no CheckpointLX ou nos seus locais de encontro, nomeadamente saunas).

O CheckpointLX foi inaugurado a 11 Abril de 2011 e é um dos centros de rastreio do GAT (www.gatportugal.org). O GAT é uma organização não governamental cuja missão é «advogar por mudanças legais e políticas que afetem positivamente a saúde, direitos e qualidade de vida das pessoas que vivem com VIH ou em risco de o adquirirem» e que se concretizem no «acesso rápido aos produtos médicos, testes, meios de diagnóstico que previnam ou tratem a infeção pelo VIH ou melhorem a qualidade de vida das pessoas que vivem ou são especialmente vulneráveis à infeção por este». 

Este centro foi reconhecido pelo Centro Europeu para a Prevenção e Controlo de Doenças (ECDC) como um serviço novo e inovador em Portugal que refletia as recomendações para as populações vulneráveis do Plano de Ação e Comunicação de combate VIH/SIDA (2013). Foi também selecionado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como um exemplo de boas práticas conforme as novas recomendações para os locais de rastreio de VIH (2015), inovação na prestação de cuidados de saúde na Região Europeia (2016) e como servir as necessidades de populações vulneráveis: inovação e boas práticas na prevenção do VIH, diagnóstico, tratamento e ligação aos cuidados de saúde (2017). O nosso centro foi considerado como uma estratégia custo-eficaz para o aumento da deteção de novos casos de VIH em HSH (2015).


Código de conduta - Utilizadores

Objectivos

Capacitar os HSH para a gestão preventiva do risco de transmissão do VIH e outras IST
  • Informar sobre o uso do teste, preservativo, profilaxia pós-exposição e profilaxia pré-exposição
  • Informar os HSH seronegativos ou seropositivos para a infeção pelo VIH sobre os níveis de risco e cuidados preventivos da transmissão da infeção pelo VIH e outras IST
  • Incentivar a realização do rastreio de rotina com a frequência de acordo com a avaliação do risco
  • Instruir para a notificação de parceiros sexuais
  • Executar o rastreio rápido para a pesquisa de anticorpos para o VIH, sífilis e vírus da hepatite C
  • Capacitar para o uso consistente do preservativo com lubrificante nas práticas de sexo anal ou vaginal
  • Dar preservativos masculinos, femininos e lubrificante de acordo com o uso pessoal e/ou profissional dos HSH
  • Orientar para o uso da profilaxia pós exposição (PPE) em tempo útil quando ocorram situações de risco para a transmissão do VIH
  • Explicar as estratégias de redução de danos aos HSH que reportam práticas de risco cumulativo (ex. douching, fisting ou uso de drogas)
Referenciar os HSH com testes reativos no CheckPointLX para testes confirmatórios e/ou tratamento
  • Acompanhar os HSH, com testes reativos para anticorpos de VIH e VHC, aos testes confirmatórios em hospitais do Serviço Nacional de Saúde
  • Advogar pelos HSH com dificuldades no acesso aos cuidados de saúde na área do VIH e outras IST
Executar estudos epidemiológicos e comportamentais comunitários dos HSH na área da saúde sexual
Divulgar os resultados de estudos e de programas de rastreio realizados aos HSH através de projetos do GAT na área do VIH e outras IST
Trabalhar em rede com organizações e parceiros comunitários para o acesso efetivo dos HSH a serviços de saúde sexual

Estrutura e Formação
da Equipa

A equipa é totalmente constituída por HSH. A conduta do técnico de rastreio comunitário rege-se por protocolos de atuação, sob supervisão científica médica e supervisão técnica interpares. A abordagem rege-se pelos modelos dos apoiantes naturais e de educação de pares.

Os técnicos de rastreio comunitário têm formação inicial e contínua em:

A equipa base é composta exclusivamente por colaboradores recrutados pelo GAT.
Os voluntários do CheckpointLX realizam apenas atividades de divulgação.

O SEU CONTRIBUTO É IMPORTANTE

Faça o seu donativo online ou por transferência bancária para o IBAN PT50 0035 0802 00005343930 09
Caso queira receber um recibo de donativo, envie-nos um email com os seus dados para raquel.pisco@gatportugal.org